terça-feira, 12 de abril de 2011

Sua cruz


A Vala
Um homem julgava sua cruz muito pesada. Fazia a jornada da vida,
entre os demais, carregando de má vontade os próprios problemas.

Pensou muito em como amenizar o fardo e, um dia _ eureca! _ descobriu
que podia serrar um pedaço da sua cruz. Isso o satisfez por certo tempo,
até que, de novo decidiu:
- Por que não facilitar a vida? Sou livre, para fazer o que bem entendo
com a minha cruz!

E, ligando a intenção ao ato, serrou mais um pedaço. Os anos passaram e
muitos pedaços foram serrados da sua cruz. Por fim, o homem levava uma
minúscula cruz.

Chegando ao termo da viagem, pararam, todos à margem de uma vala. No
lado de lá , apareceu um Anjo que deu boas vindas a todos e instruiu:
- Deponham suas cruzes sobre a vala. é a medida exata para servir de
ponte para cá . Mas cada um só pode atravessar pela própria cruz...

O homem olhou a largura da vala, comparou com sua pequena cruz e olhou
para o Anjo. Mas, esse lhe disse:
- É pena! Você deve voltar juntar todos os pedaços serrados, emendá-los
e trazer a cruz inteira, a seu termo."

A sua cruz é a medida do que você precisa.


Autor Desconhecido