terça-feira, 5 de abril de 2011

Egoismo nosso!

Pai Nosso que estais no céu...

Mas desculpe-me Senhor, não tive a humildade e sensibilidade de entender e dividir com meus irmãos vossa divindade e compaixão de pai de todos nós.

Santificado seja o Vosso nome...
Perdoe-me Senhor, às vezes a minha insegurança me impede e não me permite acreditar em sua santidade. Minha fraqueza me leva para as coisas do mundo aonde tudo é mais fácil e rápido e me afasto de vós.
Venha a nós o Vosso Reino...
Nas horas de alegria, saúde e satisfação esqueci-me de Vossa face para te agradecer o que me deste em alegria e júbilo, e novamente me afastei de vós.
Seja feita a Vossa vontade assim na Terra, como no Céu...
Fui egoísta Senhor e as minhas vontades prevaleceram!
Abusei de Vossa confiança e fui atrás de coisas fúteis e nada que me deres foi capaz de mostrar a beleza de vossa obra feita por suas mãos de Pai
O pão nosso de cada dia nos dai hoje...
Ando destruindo a natureza e não valorizo sua criação que foi dada de graça, as matas e rios estão chorando em dores de parto, meus alimentos estão contaminados, bebo e fumo e as drogas me consomem devagar.
Perdoai as nossas ofensas...
Sempre que faço algo errado peço desculpas, quando sou perdoado volto a pecar!
Assim como nós perdoamos a quem nos ofendeu...
Tenho olhado meu irmão (a) com desconfiança e não aceito desculpas, esqueço-me que sou perdoado pelo Pai, mas a lição de perdoar não passa pela minha cabeça sou egoísta ao extremo.
Não nos deixei cair em tentação...

Assisto programas que denigre a nossa imagem a sua semelhança e sem perceber estou contribuindo para que propague as coisas do mal e eleve a cultura do erro sem procedentes da desvalorização da vida!  Valorizo as coisas do mundo e não elevo Vosso santo Nome em minha audiência.


Livrai-nos do mal...

E preciso Senhor que meu orgulho e minha indiferença sejam quebrados, que meus olhos se abram a sua existência!

O ser humano tem uma característica que o difere entre os outros animais, ele tem a consciência moral (ela que julga nossa liberdade o que é certo e errado, o sim e o não, o porquê das coisas,

Na hora de orar se lembre de alguém muito importante, se esqueça de regras, mas ore como coração de uma criança.

Amém.
Helder e Matheus